Manejo de Solo – Cultivo Mínimo, Manejo de Palha de Cana

OBJETIVOS
Instalação de unidades experimentais onde serão observados e avaliados, em áreas semi-comerciais, dois métodos de práticas de cultivo mínimo em confronto com o método usual de preparo de solo, na procura de opções técnicas que favoreçam o aumento da produtividade, a conservação do solo e minimizem os custos de implantação da lavoura canavieira. Também serão avaliadas nas áreas experimentais, níveis de pragas de solos que, em outras regiões, tem limitado a utilização da técnica de Cultivo Mínimo.
Integrar informações ambientais, tecnologias de produção agrícola e impactos sócio-ambientais de atividades rurais e da industria sucro-alcooleira nas regiões canavieiras dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo.
Analisar a relação custo/benefício dos sistemas de produção agrícola na região em estudo e dos sistemas resultantes deste projeto, considerando como elemento de análise o custo ambiental.
A partir da análise global dos dados obtidos serão propostos modelos de gestão ambiental para a região.
SUBLINHAS DE PESQUISA
Cultivo mínimo na cultura da cana-de-açúcar.
Região canavieira dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo – tecnologia de produção agrícola e qualidade do ambiente.
EQUIPE DE MANEJO DE SOLO – CULTIVO MÍNIMO, MANEJO DE PALHA DE CANA

Pesquisadores
Eng.º Agr. PhD Pedro Nilson Alves Berto